sábado, 14 de novembro de 2009

AMARELOU: SARNEY NÃO COMPARECE EM AUDIÊNCIA QUE MOVE CONTRA JORNAL PEQUENO


Na primeira audiência do processo em que o presidente do senado, José Sarney (PMDB-AP), move contra o Jornal Pequeno e seu diretor, o jornalista Lourival Bogéa, ocorrida nesta sexta-feira (13), ás 15h30, na Sexta Vara Cível do Fórum de Brasília, ficou decidido que o processo por reparação de danos contra o matutino irá prosseguir uma vez que não houve acordo entre as duas partes.


O jornalista Lourival Bogéa disse que o seu advogado, Rodrigo Lago, pediu o depoimento pessoal de José Sarney – que não compareceu e mandou dois advogados para representá-lo em razão de estar viajando para o casamento da neta Ana Clara, filha de Fernando Sarney - sendo encaminhada a solicitação para ser analisada.



“Compareci acompanhado do advogado Rodrigo Lago, da banca Abdon Marinho. Sarney mandou dois advogados para representá-lo. Não se encontrava em Brasília, pois viajou para a festa de casamento da neta Ana Clara. O próximo passo é o depoimento de testemunhas e possivelmente o de Sarney, caso assim seja decidido”, informou Lourival.


A próxima audiência, que seria realizada no dia 17 de novembro, terça-feira, não mais acontecerá. As duas partes, em comum acordo com o conciliador da vara, fizeram hoje mesmo as duas audiências, pois o processo é praticamente o mesmo, só alterando as matérias publicadas pelo Jornal Pequeno.


José Sarney ingressou na Justiça com uma ação por danos morais contra o Jornal Pequeno pedindo uma indenização no valor de R$ 220 mil, alegando que o jornal publicou e divulgou por meio de material impresso e internet matérias ofensivas cujo objetivo era a difamação, a injúria e a calúnia de sua pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário