domingo, 18 de abril de 2010

Brindo a vida...

Me sinto irriquieto, são sete e pouco e a luz da manhã adentra a porta do quarto sem pedir permissão, trazendo todo o frescor de um domingo que não se sabe se será de sol ou chuvoso. Fica a dúvida que pouco importa, gosto tanto de um quanto de outro. 




Me sinto mais vivo do que nunca, de novo acendeu a  luz da esperança, meu riso voltou a crescer, consigo ver a beleza do mundo e meu pensamento voltou a dançar. 


O gesto cruel que me feriu, a mão de Deus fez curvar..., a dor moribunda se distancia a cada dia, sinto a vida recomeçando em todos os sentidos. 
Sou uma espécie de tri-atleta agora. Nado, malho e corro. Sinto a saúde se recompondo a cada dia, me acho mais bonito e mais jovem.
"Fé na vida, fé no que virá...", é assim que me sinto, e a vida recomeça. 



Bom domingo a todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário