terça-feira, 20 de abril de 2010

Pedetista responde a petistas

Mirando o Próprio Umbigo
Por Eric Silveira
(Presidente da Juventude Socialista do PDT)
Com um ano de atraso, os companheiros  Franklin Douglas, Marcio Jardim e Silvio Bembem divulgam um documento onde tentam fazer, ainda que de forma sumária, uma avaliação dos pouco mais de dois anos do governo Jackson Lago.
Entendo que todo processo de avaliação é salutar, pois além de destacar erros e acertos de determinados eventos, também cumpre um objetivo de apontar soluções, propostas e rumos que aperfeiçoem esses mesmo eventos.
O artigo dos companheiros é, estranhamente, divulgado não apenas um ano depois da queda de Jackson, mas dois dias após o ato ocorrido na Assembléia Legislativa contra o golpe de deposição do ex-governador Jackson Lago, fato que  parece caracterizar uma atitude de ciumeira e vaidade pueris.
Os signatários do artigo “O golpe de 16 de abril de 2009 e a transição interrompida”, todos ex-secretários adjuntos do governo Jackson Lago, cometem um equívoco ao atribuir todas as desgraças do governo deposto a um certo “núcleo duro”, na verdade tentando focar, quem sabe, num “cristo”, que a essas alturas não tem mais sentido algum, uma vez que a pauta política neste momento consiste inexoravelmente na consolidação das candidaturas de oposições contra a intenção de Roseana Sarney continuar no Palácio dos Leões.
Que existiram erros no governo Jackson Lago no acompanhamento das ações contra o processo de cassação, em Brasília, e na própria  resistência denominada Balaiada, isso é óbvio. Aliás, o “núcleo duro” da resistência balaia também cometeu erros graves, como, por exemplo, não soube otimizar os poucos recursos que financiavam o movimento. Mas nem por isso essas questões fazem sentido de serem postas em discussão neste momento.
Ademais, faltou no artigo a autocrítica. Porque fácil mesmo é criticar, mas como os companheiros exerceram altos cargos hierárquicos no Governo Jackson, seria o caso de perguntar: eles não cometeram nenhum erro?
Ainda sobre erros e acertos do Governo  Jackson, vale lembrar o grande arco de alianças feito, mas, mesmo os que participaram apenas no último momento, foram beneficiados desproporcionalmente ao seu empenho, como é o caso do PT.  Vamos ver se, desta vez, com a possibilidade novamente das oposições ganharem as eleições, o PT possa participar de um eventual novo governo oposicionista  de acordo com o seu tamanho e esforço.
Como todos  os articulistas são petistas, seria bom perguntar por que não apareceram no dia 16, na Assembléia, quando as lideranças oposicionistas denunciaram um ano do golpe judiciário contra o ex-governador Jackson Lago. Será que estão envergonhados da atuação do seu companheiro Presidente da República que, aliado ao que há de mais retrógrado na política brasileira – o clã Sarney -, esteve manobrando  o tempo todo pela cassação do Jackson, com sua reconhecida influência no TSE? Ou são mesmo covardes ao ponto de acharem culpados internos da cassação, deixando de fora os reais responsáveis por ela?  Há um cheiro de podridão no reino da Dinamarca…
Deveriam os três rapazes se espelhar no artigo de Roberto Rocha, deste último domingo (O TUCANO E A ROSA), pela grandeza da análise e altura das reflexões.  Vai ficando óbvio que a social democracia pode dar uma contribuição maior à luta popular e democrática do Maranhão do que os rapazes petistas, que decidem com gesto tão pequeno negar a história para ficar mirando o próprio umbigo.

2 comentários:

  1. Continua repercutindo negativamente o artigo escrito pelo Franklin Douglas, Márcio jardim e Silvio Bembem. Aliados e adversários do Jackson Lago tem se pronunciado desfavoravelmente ao que chamam de ingratidão. É que, dizem eles, “serviram-se do governo, em altos cargos de sua hierarquia, e agora é só defeitos que encontram.” O comentário de boca miúda é falam de alguns auxiliares do governo, mas o que querem mesmo é atingir a candidatura de Jackson. Nem se deram ao luxo de aparecer na manifestação do dia 16 de abril contra o golpe. Que é isso, companheiro?

    ResponderExcluir
  2. Daniel na mesma linha de raciocínio de Eric, deixo o link com o artigo 16 de abril - Um golpe na democracia

    http://vaniafrazao.blogspot.com

    ResponderExcluir